.Julho 2006

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
28
29
30
31

.posts recentes

. Finalmente as férias e um...

. Vida e história de Jean-J...

. James Watt, por João Paul...

. A Conservação da Massa e ...

. René Descartes, por Ana P...

. A Passarola de Bartolomeu...

. Os Lolardos, por Rebeca B...

. A Revolução Francesa, por...

. As Guerras Religiosas do ...

. A Reforma Protestante e o...

.arquivos

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

.links

Um espaço para a História da Escola Secundária Aurélia de Sousa - Porto

.favorito

. E o homem com livros cont...

Quinta-feira, 26 de Janeiro de 2006

BIOGRAFIA DE MAX PLANCK, por João Saraiva, 9ºB.

planck-max-physics-2.jpg

Planck, físico contemporâneo dos mais importantes, é considerado o criador da teoria quântica.
Max Karl Ernst Ludwig Planck, nasceu no dia 23 de Abril de 1958, na Alemanha, em Kiel. Foi o sexto filho de Emma Patzig e Julius Planck, um professor de Direito Constitucional na sua cidade natal.
Aos 9 anos mudou-se para Munique. Nesta cidade fez os seus estudos no Instituto Maximiliano, onde foi considerado um aluno brilhante. Aos 17 decidiu iniciar os seus estudos em Física, depois de ter considerado seriamente a actividade musical. Após um ano a fazer especialização na universidade de Berlim, voltou a Munique, onde com 21 anos defendeu uma tese sobre o segundo princípio de termodinâmica e se doutorou. Após cinco anos, de ensino em Munique, mudou-se para Kiel e finalmente para Berlim, em 1889.
Em 1892, foi promovido a professor catedrático na mesma universidade, onde continuou a ensinar até 1927.É durante esta sua estadia em Berlim que começam os seus trabalhos de investigação.
Em 1900, Planck confrontou-se com um pequeno problema pois a fórmula para medir as frequências falhava redondamente nas energias mais altas.Com um golpe de intuição – e génio- , Planck conseguiu uma fórmula que descrevia bem todas as frequências. Mas era só matemática... Tentou compreender a fórmula e, em 14 de Dezembro de 1900, anunciou a sua hipótese física: que as trocas de energia não acontecem de forma contínua e sim em doses, ou pacotes de energia, que ele chamou quanta. Daí surgiu o nome de Teoria dos Quanta. Esta teoria abriu caminho para a Física Nuclear. O desenvolvimento das pesquisas nesse sentido foi tarefa para Albert Einstein.
Pela formulação desta teoria foi galardoado com o Prémio Nobel da Física em 1918. Devido às suas descobertas foi nomeado membro da Royal Society, foi várias vezes condecorado e ganhou várias medalhas.
Desempenhou influentes cargos científicos. Foi secretário das secções de Ciências e Matemáticas da Academia Prussiana de Ciências e presidente da Sociedade Kaiser Wilhelm para a promoção da Ciência, hoje rebaptizada com o seu nome.
Casou-se em 1887 com Marie Merck, filha de um banqueiro da Baviera. Ficou viúvo e voltou a casar-se, em 1910 com a sua prima Marga. Da sua primeira mulher teve quatro filhos (duas filhas e dois filhos) e da segunda um filho.

planck-max-quantum-theory.jpg

Apesar dos seus êxitos científicos, nem sempre foi feliz. O seu primeiro filho morreu, na Primeira Grande Guerra, as suas filhas gémeas morreram ao dar à luz e a sua casa foi destruída na Segunda Grande Guerra.
Max Planck , morre na sua casa em Gotinga no dia 3 de Outubro de 1947. E deixou-nos com esta teoria, que está dar novos filhos ao mundo, como as nanotecnologias, ou engenharias atómicas, que permitirão no século XXI vidas hoje dificilmente imagináveis. Ainda sobre a Teoria dos Quanta convêm salientar que muitos cientistas defendem que Einstein, foi o primeiro, mesmo antes de Max Planck, o descobridor dos Quanta.
publicado por António Luís Catarino às 18:24
link do post | comentar | favorito
|
1 comentário:
De Anónimo a 26 de Janeiro de 2006 às 18:31
Caro João Saraiva: parabéns pelo teu trabalho. Está bem feito, é útil para os teus colegas do 9º ano (e não só!), tem a tua opinião crítica e não esquece a polémica à volta da descoberta da Teoria dos Quanta. Parabéns e continua com a colaboração que emprestas não só aqui no blogue como também nas aulas.António Luís Catarino
</a>
(mailto:skamiaken@sapo.pt)

Comentar post