.Julho 2006

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
28
29
30
31

.posts recentes

. Finalmente as férias e um...

. Vida e história de Jean-J...

. James Watt, por João Paul...

. A Conservação da Massa e ...

. René Descartes, por Ana P...

. A Passarola de Bartolomeu...

. Os Lolardos, por Rebeca B...

. A Revolução Francesa, por...

. As Guerras Religiosas do ...

. A Reforma Protestante e o...

.arquivos

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

.links

Um espaço para a História da Escola Secundária Aurélia de Sousa - Porto

.favorito

. E o homem com livros cont...

Sexta-feira, 9 de Junho de 2006

A Companhia de Jesus, por Inês Viegas, 10ºG

Inácio de Loyola

Abalada pela Reforma Protestante, a Igreja de Romana readquiriu dinamismo e reagiu energeticamente  a partir de 1540.  Obstruir a difusão das igrejas reformadas e recuperar fiéis foram os objectivos da Igreja católica. Esta assumiu-se como uma Contra-Reforma (combate doutrinário, ideológico e repressivo ao protestantismo) e uma Reforma católica (movimento de reorganização da Igreja, renovando-se o catolicismo).

A Companhia de Jesus foi um dos importantes instrumentos que permitiu operacionalizar esta reacção católica, ela teve grande impacto no seio da Cristandade, no sentido dum renascimento místico e espiritual. Foi criada por Inácio Loyola em 1540 e era uma espécie de exército disciplinado e obediente sob as ordens do Papa, os jesuítas eram encarados como “soldados de Cristo”.  Destinados a dirigir colégios e universidades por toda a Europa, formando futuros clérigos, os seus campos de actuação foram a missionação, a pregação e o ensino. A acção pedagógica dos jesuítas permitiu-lhes o controlo da juventude e o domínio espiritual da sociedade cristã europeia.

publicado por António Luís Catarino às 22:33
link do post | comentar | favorito
|
1 comentário:
De António Luís Catarino a 9 de Junho de 2006 às 22:55
Olá Inês. Cá te publiquei o teu artigo sobre uma figura que mereceria um pouco mais de aprofundamento e sempre quis compreender na sua totalidade. Trata-se da personalidade e papel histórico de Inácio de Loyola responsável máximo dos Jesuítas e pela recuperação do papel da Igreja na luta contra o Protestantismo na Europa, Ásia e África. O teu contributo é visível. Parabéns.

Comentar post

.favorito

. E o homem com livros cont...

.links

.subscrever feeds