.Julho 2006

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
28
29
30
31

.posts recentes

. Finalmente as férias e um...

. Vida e história de Jean-J...

. James Watt, por João Paul...

. A Conservação da Massa e ...

. René Descartes, por Ana P...

. A Passarola de Bartolomeu...

. Os Lolardos, por Rebeca B...

. A Revolução Francesa, por...

. As Guerras Religiosas do ...

. A Reforma Protestante e o...

.arquivos

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

.links

Um espaço para a História da Escola Secundária Aurélia de Sousa - Porto

.favorito

. E o homem com livros cont...

Segunda-feira, 13 de Março de 2006

MIGUEL ÂNGELO, por Gonçalo Melo, 8ºA

MA.jpg

Miguel Ângelo
Miguel Ângelo di Lodovico Buonarroti Simoni nasceu em 6 de Março de 1475, em Caprese, no estado de Toscânia na Itália. Seu pai, Lodovico, era residente em magistratura em Caprese, entretanto, Miguel Ângelo cresceu em Florença e mais tarde viveu com um escultor e sua esposa na cidade de Settignano, onde seu pai tinha uma mina de mármore e uma pequena fazenda.
Contra a vontade de seu pai, Miguel Ângelo escolheu ser aprendiz de Domenico Ghirlandaio por três anos começando em 1488. Impressionado, Domenico recomendou-o para Florença para estudar com Lorenzo de Médici. De 1490 a 1492, frequentou a escola de Lorenzo e durante sua estada, Miguel Ângelo seria influenciado por muitas pessoas proeminentes que modificariam e expandiriam suas ideias na arte e ainda seus sentimentos sobre sexualidade. Foi durante este período que Miguel Ângelo criou dois relevos: Batalha de Centauros e Madonna das pegadas.
Após a morte de Lorenzo em 1492, Piero de Médici (filho mais velho de Lorenzo e novo chefe da família Médici) recusou-se a suportar o trabalho artístico de Miguel Ângelo . Também nessa época, as ideias de Savonarola se tornaram populares em Florença. Sob essas suas pressões, Miguel Ângelo decide sair de Florença e vai para Bolonha por três anos. Logo depois, o Cardeal San Giorgio comprou a obra de Miguel Ângelo em mármore Cupido e decidiu chamá-lo a Roma em 1496. Influenciado pela antiguidade de Roma, ele produziu Baco e Pietà. Quatro anos mais tarde, Miguel Ângelo retornou a Florença, onde ele produziu seu mais famoso trabalho: David. Ele também pintou a Sagrada Família da Tribuna.
Miguel Ângelo foi convocado novamente a Roma em 1503 pelo recém-designado Papa Júlio II e foi comissionado para construir a tumba papal. Entretanto, durante a patronagem de Julius II, Miguel Ângelo tinha constantemente que interromper seu trabalho para fazer outras numerosas tarefas. A mais famosa é a pintura monumental do teto da Capela Sistina no Vaticano, que levou quatro anos para ser feita (1508 – 1512). Por essa e outras interrupções, Michelangelo trabalharia na tumba por 40 anos sem nunca a terminar. Em 1513 o Papa Júlio II morreu e seu sucessor Papa Leão X, um Médici, comissionou Miguel Ângelo para reconstruir o interior da Igreja e San Lorenzo, em Florença, e adorná-la com esculturas. Miguel Ângelo relutantemente aceitou, mas foi incapaz de terminar a tarefa (o exterior da igreja ainda não está adornado até hoje).
A pintura de O Último Julgamento, na janela do Altar da capela Sistina foi comissionado pelo Papa Paulo III, e Miguel Ângelo trabalhou nele de 1534 a 1541. Então, em 1547, Miguel Ângelo foi apontado como arquitecto da Basílica de São Pedro no Vaticano. Anos mais tarde, em 18 de Fevereiro de 1564, Miguel Ângelo morre em Roma aos 89 anos de idade.
Trabalho Realizado Por:
Gonçalo Melo nº7 8º A
publicado por António Luís Catarino às 18:06
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|

.favorito

. E o homem com livros cont...

.links

.subscrever feeds